https://www.bensculturais.com/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/959143Cabecalho10.jpglink
https://www.bensculturais.com/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/937150Cabecalho1.jpglink
https://www.bensculturais.com/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/501694Cabecalho12.jpglink

INVENIRE: Revista de Bens Culturais da Igreja

Nº 13 já disponível Investigação, Obras em destaque, Portfolio, Perfil, Projectos, Recensões, Livros

Inventário Online

Motor de busca para pesquisa conjunta dos inventários de Bens Culturais da Igreja disponíveis online, com sistema In Web.

Portal Cesareia

CESAREIA: conheça o portal e catálogo colectivo das bibliotecas eclesiais portuguesas, informação sobre as bibliotecas aderentes, horários, condições de acesso e notícias.   .

300 Anos do Patriarcado de Lisboa

patriarcal cartaz«Novas grandezas que já pareciam impossíveis à imaginação»

A Música e as Arte Visuais na
Patriarcal de Lisboa
(1716-1834)

25 e 26 Novembro 2016 | Palácio Nacional da Ajuda

 

A elevação da Capela Real de Lisboa à dignidade de basílica metropolitana e patriarcal em 1716 no âmbito das complexas relações políticas, diplomáticas e eclesiásticas entre D. João V e a Santa Sé constitui uma especificidade singular no panorama europeu ao proporcionar a fusão da capela de corte (instituição paralela à das restantes monarquias do Antigo Regime, que assim passava a incorporar a mais alta hierarquia da igreja portuguesa) com o sumptuoso cerimonial inspirado nos modelos rituais e estéticos das Capelas e Basílicas Pontifícias. Sucessivamente engrandecida com privilégios litúrgicos e património artístico e servindo de impulso à renovação das estruturas musicais da corte, a Patriarcal viria a converter-se numa instituição peculiar no quadro dos organismos eclesiásticos do mundo católico ao mesmo tempo que reforçava a dimensão sacral da monarquia Absoluta. Espaço privilegiado de representação simbólica que aspirava a emular o Vaticano, a Capela Real e Patriarcal de Lisboa combinava numa lógica de "obra de arte total" a pompa litúrgica e o cerimonial áulico, as artes plásticas e a teatralidade do ritual sacro, o poder retórico da palavra e da música. Como escreveu João Baptista de Castro, nela exercitou D. João V "novas grandezas que já pareciam impossíveis à imaginação". Apesar das vicissitudes históricas e das mudanças políticas, sociais e culturais ocorridas até ao final do Antigo Regime, a Patriarcal foi uma das marcas características da sociedade portuguesa da época, com implicações complexas a vários níveis que, na sua maioria, carecem ainda de estudo aprofundado.

Assinalando os 300 anos do Patriarcado de Lisboa, o presente colóquio pretende reavaliar e fomentar novos olhares sobre o papel da Patriarcal no âmbito da promoção da música e das artes visuais, tendo em conta quer a sua funcionalidade cerimonial, quer o seu impacto para além do estrito âmbito cortesão e eclesiástico. Contrariando a tendência para uma abordagem compartimentada por áreas do saber, pretende-se promover uma abordagem transversal, devidamente contextualizada no âmbito da história política, religiosa e cultural, englobando vários domínios artísticos, bem como situar o caso português no panorama internacional.

 

 25 Novembro (sexta) 

9h30   Acolhimento
10h00 Sessão de Abertura
           José Alberto Ribeiro | PNA
           Cristina Fernandes | INET-md, FCSH-NOVA
           Sandra Costa Saldanha | SNBCI

I PAINEL
Moderação: Cristina Fernandes

10h15 ANTÓNIO FILIPE PIMENTEL | MNAA
O Patriarcado de Lisboa: uma questão de escala


11h00
ANTÓNIO CAMÕES GOUVEIA | CHAM, FCSH-NOVA-UAç

           Compor uma Patriarcal para o Fidelíssimo

11h30 Intervalo

12h00 NUNO SALDANHA | IADE-U
           A Patriarcal do Paço (1712-1750). Pintura e Iconografia
12h30 JOÃO PEDRO D'ALVARENGA | CESEM, FCSH-NOVA
           Uma breve panorâmica da música sacra em Portugal nas décadas de 1720 e 1730
13h00 EUGÉNIO AMORIM | ESMAE - IPP
           João Rodrigues Esteves, 'compozitor de muzica na Santa Igreja Patriarchal' - Uma leitura transversal da sua produção musical

13h30 Almoço

II PAINEL
Moderação: Sandra Costa Saldanha

15h30 D. MANUEL CLEMENTE | Cardeal-Patriarca de Lisboa
Nos 300 anos do Patriarcado de Lisboa


16h00
CRISTINA FERNANDES | INET-md, FCSH-NOVA

           Encenar a performance ritual e musical: os Mestres de Cerimónias e o Inspector dos Músicos da Patriarcal de Lisboa
16h30 RODRIGO TEODORO DE PAULA | CESEM, FCSH-NOVA
           'Altissonância restaurada': As funções eclesiásticas e urbanas das torres sineiras da Patriarcal no Paço da Ribeira e no sítio da
           Cotovia (1716–1769)

17h00 Intervalo

17h15 MARIA JOÃO ALBUQUERQUE | INET-md, FCSH-NOVA
           A Officina Patriarcal de Francisco Luís Ameno

18h30
Concerto comemorativo do 10º Aniversário da Capella Patriarchal
Direcção musical de João Vaz

 

 26 Novembro (sábado) 

III PAINEL
Moderação: Maria João Albuquerque

10h00 RUI VIEIRA NERY | INET-md, FCSH-NOVA; FCG
O Teatro Eclesiástico como Estratégia de Poder do Absolutismo Português: o olhar exterior


10h45
RICARDO BERNARDES | CESEM, FCSH-NOVA

           José Joaquim dos Santos (1747 – 1801) e a Música Policoral na Patriarcal de Lisboa na segunda metade do Século XVIII
11h15 JOÃO VAZ | CESEM, FCSH-NOVA; ESML-IPL
           «A cómodo do cantor»: o órgão enquanto instrumento acompanhador no repertório vocal do final do Antigo Regime

11h45 Intervalo

12h00 TERESA LEONOR VALE | ARTIS-IHA, FLUL
           Escultores e ourives romanos na Patriarcal Joanina: Abordagem de fenómenos de inter e transdisciplinariedade artística
12h30 SANDRA COSTA SALDANHA | SNBCI
           Da Patriarcal Queimada à Capela Real da Ajuda: sobrevivências e produção artística
13h00 RICARDO ANICETO | AHPL, CEHR-UCP
           A Extinção da Patriarcal e a criação da Sé Metropolitana Patriarcal de Lisboa

 

Programa Descarregar   Cartaz Descarregar

 

Inscrições Entrada livre, mediante inscrição prévia obrigatória, através do seguinte formulário:

Obrigatório *

 

 

Organização

   Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos de Música e Dança da FCSH-NOVA
   Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja (SNBCI)

 

Informações

   (+351) 218 855 481 | patriarcal300anos@bensculturais.pt

 

Local

   Palácio Nacional da Ajuda
   Lg. da Ajuda, 1349-021 Lisboa

 

© Copyright 2012, Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja. Todos os direitos reservados